A melhor definição de poder!

        Isso é poder!

Por um triz

Essa foi demais!

Brasileiro acredita em tudo!

Brasileiros acreditam que a Justiça pune culpados

Nem o caso Edmundo, que veio comprovar inequivocamente o quanto o Judiciário brasileiro concorre para a impunidade, abala o convencimento popular de que os culpados são punidos no Brasil.

O Latinobarómetro, em mais uma das suas pesquisas de opinião pública, perguntou aos habitantes dos países latino-americanos, entre os anos de 1995 a 2009, se concordavam com a assertiva de que o sistema judicial de seu país pune os culpados: 46,3% dos brasileiros disseram que sim.

Ou seja: só um pouco mais da metade do povo brasileiro tem opinião (consciência) no sentido de que o Judiciário brasileiro não pune (todos) os culpados. Que aqui a impunidade é a regra, não a exceção.

A média entre os países da América Latina foi de apenas 35,7% de concordância com a afirmativa. Ou seja, 64,3% das pessoas acreditam que seus países não punem os culpados. A sensação de impunidade prepondera em toda América Latina.

Os países que menos concordaram que seu sistema judicial pune os culpados foram a Argentina, com 79,7% de discordância; o Paraguai, com 78,7% e o Equador, com 70,3%.

O Brasil foi o segundo país que mais acredita na punição dos culpados, ficando atrás apenas do Uruguai (49%). A Venezuela também se mostrou otimista, já que 46,2% de seus entrevistados concordaram com a assertiva.

De acordo com estes índices, demonstra-se que quase metade da população brasileira acredita que o Judiciário pune (todos) os culpados no Brasil. Isso evidencia na prática que o brasileiro não tem muita noção da impunidade quase absoluta que reina no nosso país. A ignorância dos números da impunidade (das cifras obscuras) seguramente é a causa da crença (aliás, crendice, que é a crença popular sem fundamento) na Justiça criminal brasileira.

Os processos criminais no Brasil levam anos para serem julgados, muitos deles prescrevem antes mesmo de irem a julgamento, ou seja, somos vistos como o país da impunidade. Um resultado destes se mostra bastante contraditório e comprova o quanto nos tornamos cada vez mais conformistas com nossas graves deficiências.

Prova disto é que em outra pesquisa, também divulgada pelo Latinobarómetro, apenas 10,8% dos brasileiros concordaram que há igualdade de oportunidade de acesso à justiça no país.

E as oportunidades não vão aumentar, muito menos se tornarem mais igualitárias, enquanto fecharmos os olhos e encararmos com tranquilidade, otimismo e conformismo nossa triste realidade judiciária!

** Mariana Cury Bunduky é advogada e pesquisadora do Instituto de Pesquisa e Cultura Luiz Flávio Gomes.

Luiz Flávio Gomes é doutor em Direito penal pela Universidade Complutense de Madri e mestre em Direito Penal pela USP. Foi Promotor de Justiça (1980 a 1983), juiz de Direito (1983 a 1998) e advogado (1999 a 2001). É autor do Blog do Professor Luiz Flávio Gomes.

Revista Consultor Jurídico, 22 de setembro de 2011

Vinho bom!

Vinho importado autêntico!

ACONTECEU

HOJE NA HISTÓRIA 

·        24 de setembro de 1834

·         Morre D. Pedro I

 

 

Litografia da morte de D. Pedro.

As cortes de agosto de 1834 confirmam a regência de D. Pedro I, que repõe a filha no trono português.

Apesar de ter reconquistado o trono português para sua filha, D. Pedro I voltou tuberculoso da campanha e morreu em 24 de setembro de 1834, pouco depois da Convenção de Évoramonte (que selara a vitória da causa liberal, de que se fizera paladino), no palácio de Queluz, no mesmo quarto e na mesma cama onde nascera 35 anos antes. Ao seu lado, na hora da morte, estavam D. Amélia e D. Maria II.

Foi sepultado no Panteão dos Braganças, na Igreja de São Vicente de Fora em Lisboa. O seu coração foi doado, por decisão testamentária, à Igreja da Lapa, no Porto, onde se encontra conservado, como relíquia, num mausoléu na capela-mor da igreja, ao lado do Evangelho.

VERDADEIRO OU FALSO

O amigo Carbone me enviou um e-mail que circula na rede sobre o automóvel J3 da JAC Motors. Obrigado Carbone!

A mensagem contém a foto do veículo, como poderão conferir ao final deste post, todo pintado com frases metendo o pau na empresa e com um número de telefone.

Tudo que divulgo neste Blog vou até a fonte para checar a veracidade das informações NaReal. Como neste caso não consegui, pois o número de telefone não atende, e por considerar o assunto relevante, entrei em contato com o advogado que representa a empresa no Brasil.

Leia a resposta e, como diria o Padre Quevedo sobre este e-mail, “Es una mentira! Non existe”!

“Caro Tato, obrigado pelo envio do seu e-mail. 

Inicialmente eu preciso lhe dizer que o lançamento da marca no Brasil foi fruto de estudo minucioso e longo pelo Sergio Habib, que com toda sua experiência adquirida nesse ramo, pensou  em todos os detalhes para agradar e ganhar o consumidor, tais como  design  contemporâneo, acabamento harmonioso e bem feito, mecânica confiável e segurança acima de tudo. Combinação que preocupa a concorrência que é potencializada pela notícia recente de instalação da montadora no nosso país. 

O desabafo do consumidor que não se identifica (não há e-mail) e veicula celular que não atende e possui caixa postal não identificada, gera dúvida diante dos fatos,  pois além do cuidado em comercializar um bom carro, também investiu-se muito  nas concessionárias que são lindas e confortáveis, com oficinas modernas e bem aparelhadas, além de capacitação plena de pessoas, absolutamente preparadas para atender com responsabilidade a clientela. Nessa seara da preocupação com detalhes, por coerência a JAC Motors disponibiliza um canal direto com o presidente para que todos os problemas que por ventura não sejam resolvidos satisfatoriamente  cheguem ao conhecimento do principal interessado no sucesso da marca no Brasil, tome nota do e-mail do Presidente :  presidente@jacmotorsbrasil.com.br 

Quando você telefona em uma concessionária JAC, enquanto  aguarda uma transferência de ramal ou fica em espera, ouve esse e-mail ser informado, de modo que é impossível algum problema não ser diagnosticado ou sanado pela empresa.  

Também não faltam peças. Importante que saiba que a empresa tem o objetivo de  criar raízes no Brasil. Além do mais,  já existe  um grande estoque na cidade de Barueri com peças necessárias. Evidente que pode haver um ou outro problema mais grave e disso nenhuma marca está livre, mas é certo que se você comprar um JAC e tiver algum problema a JAC Motors garante que você será atendido com o respeito e a dedicação que merece o seu produto, não é à toa a garantia de 6 anos.  

O carro é barato se comparado ao que outras marcas cobram para oferecer um carro bonito e seguro que  já vem  de série com rodas de liga leve, air bag, freio ABS , som, vidros e travas elétricas e um painel repleto de informações e bonito em azul neon, sem falar no ar condicionado e os bancos confortáveis. 

Não sou consultor técnico,  mas digo à você que deve  comprar e recomendar o carro aos seus amigos. O carro é bom e o empresário  que está no comando dessa marca no país é muito sério e experiente para deixar que um consumidor seja tão prejudicado como este anônimo diz que foi. Relaxe e compre o seu JAC, soube que estão pagando bem pelo seu usado.   

Go ahead! 

Um abraço.”

Dr. Alexandre T. Tavares 

Travesseiros

Seja famoso enquanto dorme.

Dormindo em capas de revistas

VASP - Canhedo

Canalhedo deve estar com dores abdominais de tanto rir em seu trono no reino da Maracutaia.

O que é que está acontecendo nesta terra Brasilis em termos de justiça? Uma hora inventam um leilão de cacarecos da vasp, tudo bem que para alguns possam ser chamados de "souvenirs", temos lá os nossos sentimentos oras, mas o fato que salta aos olhos é a alternativa paliativa da justiça em demonstrar que está fazendo justiça.

Uma das maiores falências empresariais no Brasil com uma dívida monstruosa o Canalhedo ainda posa de bom moço em meio à sociedade, com muitos amigos influentes, ex-ministros contratados para a sua defesa e muito trânsito político. Até aí tudo bem, afinal a justiça é cega. O que os olhos não vêem o bolso não sente e assim é o vai da valsa. E os pobres mortais ex-funcionários? Que se danem! "Estamos fazendo o que é possível dentro da lei" diria o causídico supremo.

Mas que que tipo de lei prevalece? A lei do mais forte, elementar meu caro Watson!

Por falar em Watson, o fiel escudeiro de Sherlock Holmes que sempre ficava surpreso com o rápido raciocínio de seu colega, o que diria Holmes se estivesse investigando a privatização da VASP e as causas de sua falência? Deixa pra lá. Já abordei sobre a privatização da VASP e o azar da aérea estar no caminho de Wagner Canhedo em outra matéria neste blog.

Vamos seguir aqui com a nossa humilde tentativa de compreensão do que ocorre e quais as forças que sempre vencem os ex-funcionários da VASP, este nosso incrível exército de Brancaleone que acredita que justiça será feita.

Lógico que fiquei feliz ao saber que a justiça determinou o pagamento da dívida para ex-funcionários da Vasp com o dinheiro obtido da venda de bens da empresa. São os nossos colegas que não viram sequer a cor de suas verbas rescisórias. São prioridades que devem ser respeitadas. Outros, como eu, aguardam há duas ou três décadas a solução para os processos trabalhistas contra a empresa por diversas irregularidades em relação a CLT. Só para dar um exemplo, em um dos  processos movidos contra a VASP, o famoso Km X Hora, aguardo sentença desde 1973 pois não aceitei acordo. Fez a conta? Isso mesmo, 38 anos. Bobagem.

Entra ano sai ano e o que assistimos é esta claudicação de decisões, que ao final sempre cabe recurso, e a alegria dá lugar novamente a frustração, a expectativa e a esperança.

Esperança de ver seus direitos respeitados, a justiça prevalecer sobre a trapaça e o golpismo que vitimou a VASP e de finalmente ver o Canhedo no lugar dele. Na cadeia!

Redes sociais

Tive que viajar nesta semana e procurando alguma coisa em meu monstrobook para passar o tempo...

Fiz uma rápida avaliação das redes

ORKUT = discussão em grupos específicos, virou reunião.

TWITTER = coisa de gente que não tem o que fazer,  para os que acham que humorismo é fazer graça em 140 caracteres e para artistas que não querem ver as críticas ao seu trabalho ou sua conduta exposta a milhares ou milhões

GOOGLE + = o que é isso?! É aquela sensação de quem chega cedo para uma festa...

FACEBOOK = figuração pura, onde todo mundo parece que não tem problema nenhum.

Eu tenho facebook mas se fosse uma casa, estaria com mato chegando a 3 metros de altura, tamanho o abandono! Uma cutucada ou outra pra matar a saudades...Bjs!

Silvio Santos

O matusalém ainda dá IBOPE

A falta de criatividade e boas opções nas tardes de domingo trazem de volta a irreverência de Silvio Santos dando IBOPE. Um tapa na cara da rede Globo e da TV Record que insistem na mesmice de Faustão e Gugu. Agora aguenta!

Silvio Santos renova a arte de vender a ilusão do dinheiro fácil na TV

Na história de Silvio Santos e do SBT, não há surpresa alguma na ideia de fazer o público acreditar na chance de ganhar dinheiro fácil. O apresentador e dono da emissora construiu e firmou sua marca por meio das mais variadas e, às vezes, ilusórias promoções, como a Tele Sena, bem como pelos aviõezinhos, atirados diretamente às “colegas de auditório” ou, de forma mais clássica, com os concursos de perguntas e respostas.

Nesta quarta-feira, Silvio estreou oficialmente um novo “game show”, chamado “Um Milhão na Mesa”, cuja principal novidade é a exposição pública de montes de maços de notas de R$ 20, empilhados diante de uma mesa. “Fica perto de R$ 1 milhão”, convida o apresentador à dupla de humildes candidatos ao prêmio. “É uma boa emoção”.

Absolutamente em forma, e com o corte de cabelo de volta ao modelo original, com topete, Silvio Santos diverte o seu público como nenhum outro apresentador parece ser capaz. “Você já ficou perto de R$ 1 milhão? Não tem problema. Pode ficar”, convida outra dupla.

“É capaz de dar sorte”, ele diz, antes de fazer uma analogia que ninguém mais teria coragem de propor. “Você não vê, quando vem o papa… Todo mundo segura na mão dele. Quando vem um político, todo mundo segura na mão dele. Esse negócio de segurar na mão dá sorte”.

Mãe e filha, primeira dupla de participantes, foram eliminadas logo na pergunta inicial. Tinham que dizer “que tipo de animal era Moby Dick”. Entre as quatro opções, “tubarão, “golfinho”, “baleia” e “polvo gigante”, poderiam indicar inicialmente três, se não tivessem certeza da resposta. Excluíram, então, “baleia”, a única resposta certa.

Antes, porém, Silvio deixou que passassem a mão no dinheiro empilhado. “É tão gostoso”, disse a moça. Pois é… Antes do início do programa, uma publicidade institucional do SBT informou que a emissora já premiou, ao longo dos seus 30 anos de história, nove pessoas com R$ 1 milhão. Uma pessoa a cada três anos e quatro meses.

Ninguém faz televisão popular como Silvio Santos.

fonte

ACONTECEU

HOJE NA HISTÓRIA

·         23 de setembro de 1939

·         Aos 84 anos de idade, morreu Sigmund Freud

Morre Freud, o pai da Psicanálise

Aos 84 anos de idade, morreu Sigmund Freud, num hospital de Londres, capital do Reino Unido.

Acredita-se que o pai da psicanálise tenha falecido devido a uma dose excessiva de morfina, utilizada para amenizar dores na garganta, originadas de um câncer na mandíbula.

No fim da vida, um dos maiores gênios do século XX se submeteu a mais de trinta cirurgias, no intuito de eliminar a doença que, na época, não tinha cura ou tratamento eficaz.

A desculpa do Yahoo

Fala sério! Me engana que eu gosto!

O Yahoo se desculpou ontem com seus usuários alegando que o problema era no filtro...Ah sei, filtro... tá bom...

 Yahoo bloqueia e-mails de protestos nos EUA

São Paulo – O Yahoo se desculpou ontem com seus usuários após reclamações de que e-mails sobre os protestos contra Wall Street estavam sendo bloqueados pela empresa.

O Yahoo emitiu um comunicado no Twitter onde reconhece o problema e afirma que os bloqueios ocorreram devido a um filtro de spam externo que estaria impedindo de forma negligente que mensagens sobre este assunto fossem enviadas.

A empresa não deu detalhes do motivo pelo qual o filtro de spam estaria bloqueando somente estas mensagens, mas afirmou que o problema foi resolvido, porém ainda podem ser encontrados resquícios no envio de e-mails.

O site Think Progress publicou um vídeo (veja a seguir) onde um usuário é bloqueado ao tentar convidar um amigo a acessar o site “Occupy Wall St.”, relacionado aos protestos.

Ao enviar o e-mail, o usuário recebeu uma notificação informando que a mensagem não pode ser enviada, pois foi detectada uma atividade suspeita na conta.

Um porta-voz do Yahoo informou ao site que a empresa não agiu de forma proposital e que foi informada sobre o problema no último domingo, quando os protestos se iniciaram, e que desde então estaria investigando o problema.

Os protestos em Wall Street, na cidade de Nova York, ocorreram no último final de semana e pediam por uma mudança no sistema econômico do país, que vem enfrentando sérios problemas financeiros.

Me engana que eu gosto

VASP

Uma novela sem fim...

Justiça determina o pagamento da dívida para ex-funcionários da Vasp

Dos R$ 40 milhões liberados, R$ 15 milhões serão destinados ao pagamento dos funcionários. O dinheiro foi obtido com a venda de bens da empresa.

A justiça determinou o pagamento da dívida para um grupo de ex-funcionários e prestadores de serviços da Vasp. A empresa faliu em 2008.

Marcos Alves Souza trabalhou 17anos na Vasp. Durante o período de recuperação da empresa, seu salário foi cortado pela metade. Quando a Vasp faliu não recebeu nem os direitos trabalhistas. Na época, a empresa devia pra ele R$ 96 mil.

“O trabalhador, como eu, estou até hoje esperando, saí da Vasp sem receber um centavo, isso para um pai de família é complicado, não só eu, mas para os 320 que saíram sem recebem nada. Agora, nos estamos com uma grande expectativa, tomara que isso venha acontecer mesmo”, diz Marcos.

Assim como Marcos, cerca de três mil ex-funcionários da Vasp aguardam na justiça. Hoje, parte deles recebeu uma boa notícia.

O juiz Daniel Cárnio Costa, da 1º Vara de Falências de São Paulo, determinou o pagamento a prestadores de serviços e a ex-funcionários da Vasp que trabalharam no período em que a companhia esteve em recuperação judicial, entre 2005 e 2008, quando a empresa faliu.

“O rateio ele envolve por volta de R$ 40 milhões e nós temos em torno de 700 credores extraconcursais”, fala Costa.

Dos R$ 40 milhões liberados, R$ 15 milhões serão destinados ao pagamento dos funcionários e R$ 25 milhões a prestadores de serviços, como escritórios de advocacia e fornecedores de luz e telefone. Esta é uma pequena parcela da dívida trabalhista da Vasp, que soma R$ 1,2 bilhão.

O dinheiro foi obtido com a venda de bens da companhia aérea como imóveis e veículos e está depositado numa conta judicial vinculada ao processo de falência da Vasp.

“A ideia é que nós continuemos arrecadando e vendendo para conseguir o máximo possível de recursos, para tentar pagar o máximo possível de credores, especialmente os que mais precisam, que são os trabalhadores”, fala o juiz.

Ainda cabe recurso da decisão.

Um caso curioso...

...que vai causar inveja em muitas mulheres.

Disfunção hormonal faz garotos terem seios de mulher 

Em um pequeno vilarejo na Região sul da República Dominicana chamado Azua, um caso está chamando muita atenção. Três garotos com idade de 10, 12 e 17 anos da mesma família, devido a um problema hormonal estão desenvolvendo seios de mulher.

Os jovens que por motivos óbvios não terão suas identidades reveladas, em entrevista à uma rede de televisão local dizem sofrer muitas chacotas pelo fato.

Um deles explica: “começou como uma bolinha e foi crescendo”

Uma das vizinhas dos garotos comenta chocada: “eles tem seios de mulher. Os peitos deles são maiores que os meus”.

“Os seios correspondem ao hormônio feminino. Tanto os homens quanto as mulheres tem esses hormônios. Porém os homens tem mais hormônios masculinos e poucos femininos; e as mulheres tem mais femininos e poucos masculinos. Obviamente neles tem um excesso de hormônio feminino e temos que ver qual é a razão. Diz o pediatra endocrinologista Elbi Morla Báez.

Segundo a família, o problema seria apenas com os seios, já que todos teriam os seus orgãos genitais como os homens normais.

“O mais provável é que seja um problema hereditário. Um problema de genes alterados que provocou isso. E que, veio através do pai, que começou pelo irmão do pai que provavelmente também tinha algum problema. Isso é comum em comunidades pequenas em que as pessoas não se espalham, que não vão para outros lugares, dessa forma eles acabam tendo relações sexuais entre si; e em cruzamentos de famílias (primos e irmãos) acaba por ter genes alterados que se manifesta nos filhos”. explica o médico

Por não ter condição financeira, o pai lamenta não poder levar os filhos a um médico especialista para fazer exames detalhados e retirar as mamas.

fonte

ACONTECEU

HOJE NA HISTÓRIA

Fleming descobre a Penicilina

Um acidente e a desordem que reinava no laboratório de Fleming foram os fatores que permitiram que o médico escocês descobrisse a penicilina a 22 de Setembro de 1928.

Enquanto investigava um tratamento para a gangrena gasosa, que dizimava os soldados feridos nas guerras, entornou-o sobre uma placa de Petri onde crescia uma cultura bacteriana.

Passados poucos dias, descobriu que as bactérias tinham sido destruídas pela substância líquida vulgarmente conhecida como Penicilium notatum, devido aos seus efeitos antibacterianos.

Só na Segunda Guerra Mundial é que o desenvolvimento e o estudo dos efeitos da penicilina ganharam notoriedade entre cientistas, químicos e médicos norte-americanos, mas foi graças a ela que se mudou o rumo da Medicina moderna. No entanto, Fleming registrou a patente da sua descoberta logo em 1929, tendo ganhado o Prêmio Nobel da Medicina em 1945.

Automóveis e os impostos.

A mudança que o governo fez é um presentão para o...México.

Nissan March: a fábrica o anuncia como "japonês", mas, como tantos outros, ele é importado do México. O próximo a vir de lá será o Chevrolet Sonic

Após ler e reler as mexidas que o governo fez nos impostos que incidem sobre a indústria automobilística, achei interessante e original essa abordagem do jornalista especializado Jorge Meditsch, editor do site AutoStrada.

 

Confiram.

Quarta-feira à noite, entrei num supermercado e me surpreendi com uma gôndola cheia de panetones. O Natal está chegando cada vez mais cedo. Prova disto é o presente que as grandes fábricas de automóveis brasileiras receberiam no dia seguinte: num pacote com fita vermelha, cuidadosamente embalado, ganharam do governo a tão sonhada competitividade para resistirem a concorrentes que podem ameaçar sua posição no mercado.

Sem resolver nenhum dos problemas estruturais e fiscais que impedem as fábricas aqui instaladas de competir fora do Brasil, o governo deu a elas o virtual monopólio das importações. Carros importados, daqui para frente, só serão viáveis se vierem das filiais que as grandes marcas têm nos países do Mercosul ou no México, de onde vêm com taxa zero.

Quanto ao Mercosul, tudo bem. Há muito tempo há um intercâmbio real entre Argentina e Brasil, envolvendo produtos complementares de diversas marcas. Um processo que otimiza a utilização das fábricas, reduz custos e viabiliza a diversificação das gamas oferecidas aos consumidores dos dois países.

Parece, entretanto, que ninguém está reparando no México, um país cuja indústria automobilística é voltada, majoritariamente, para atender ao mercado americano mas que, cada vez mais, começa a se tornar um importante fornecedor de carros prontos para o Brasil.

Já este ano, a importação de automóveis feitos no México irá crescer de forma considerável com o lançamento de novos modelos lá fabricados, muitos deles especificamente adaptados para o Brasil. A Fiat já está trazendo de lá o crossover Freemont e o icônico Cinquecento. A Volkswagen importa o Jetta. A GM, o Captiva. A Ford, o Fusion. A Honda, o CR-V. A Nissan, o Sentra e o Tiida.

Do México para baixo

Trazer do México modelos feitos para os americanos, cujas vendas no Brasil não justificam que sejam produzidos localmente, não é uma ameaça à indústria nacional. Mas as coisas tendem a mudar, com a entrada de modelos em quantidades consideráveis.

A Nissan lança este mês seu primeiro modelo popular no Brasil, o March. Apesar de a publicidade apresentar o modelo como japonês, ele é feito no México. A expectativa da Nissan, informada por sua assessoria de imprensa, é vender pelo menos 3.000 unidades do March por mês a partir de março do ano que vem.

A Nissan tem fábrica no Brasil, onde faz a picape Frontier e a minivan Livina. Até agosto deste ano, a marca japonesa havia vendido no Brasil 13.502 carros mexicanos, contra 10.463 minivans e 8.179 picapes (um total de 18.642) feitas no Paraná. Ou seja: em meados do ano que vem será uma marca “importante”, trazendo de fora dois veículos para cada um que fizer no Brasil.

A General Motors ainda não anunciou oficialmente, mas no ano que vem começará a trazer do México o Sonic, que substituirá o Astra. O modelo veterano ainda é competitivo e vende em torno de 3.000 unidades por mês apesar de ter saído de moda. Não há porque achar que o Sonic vá vender menos: mais 3.000 carros por mês das terras de Montezuma.

Para não esticar demais o assunto, até a metade do ano que vem o espaço tirado de quem importa carros chineses, coreanos e outros estará solidamente ocupado por mexicanos, trazidos pelas fabricantes “protegidas” pelo governo. A importação de carros não apenas não cairá, como poderá crescer. É mais barato produzir no exterior do que aqui — um especialista em produção de uma grande montadora calcula que, por exemplo, se o Fiat Cinquecento fosse feito no Brasil, custaria pelo menos 20% mais.

Adeus, luxo

O presente do governo terá respingos no quintal de algumas marcas aqui instaladas, que terão suas importações praticamente inviabilizadas. Caso da Mercedes-Benz, por exemplo, cujos automóveis voltarão a ser privilégio dos muito ricos. A Audi, que apesar de independente faz parte do Grupo Volkswagen, também será vitimada.

Mais pesado será o efeito na rede de revendedores das marcas importadas. Não há como evitar que, dentro de dois ou três meses, a queda nas vendas leve ao fechamento um número considerável de concessionárias. Além do prejuízo dos donos, quem comprou carros importados poderá ficar sem assistência técnica e, mesmo que os importadores consigam honrar a garantia de seus produtos, a manutenção será mais difícil, pela escassez de oficinas autorizadas. Num prazo mais longo, poderão faltar peças.

Até o final do ano, se a situação se mantiver, as concessionárias que não fecharem serão obrigadas a reduzir o número de funcionários. Serão alguns milhares de pessoas desempregadas, pulverizadas pelo país e, por isso, sem respaldo sindical significativo para defendê-las e pedir mudanças na atitude do governo.

Elas vão pagar o presente recebido pelas grandes marcas. Não terão um Natal feliz.

Afinal, de quem é a responsabilidade?

Agora estão “engavetando” as peças dos carros envolvidos no engavetamento. E você esperava o que?

Após acidente na Imigrantes Carros são depenados em pátios 

Alguns dos veículos envolvidos no engavetamento ocorrido na rodovia dos Imigrantes, na semana passada, foram “depenados” nos pátios onde estavam guardados.

Informação de um representante de uma seguradora, que foi a um pátio do DER para retirar um dos carros acidentados. Ao chegar ao local, encontrou o veículo sem rodas.

O representante da seguradora afirmou que o veículo não estava naquelas condições quando foi recolhido pelo guincho. Disse também que outros veículos estavam nas mesmas condições.

Um funcionário de um dos pátios informou que a responsabilidade pelo estado dos carros é da Ecovias, concessionária da rodovia dos Imigrantes. Contatada  a Ecovias informou que a responsabilidade pelo estado dos veículos é da Polícia Rodoviária.

Mas que diabos! Um jogo de empurra empurra e afinal, ninguém é responsável...

Bolos Macabros

Hoje é seu aniversário? Parabéns!

Selecionei 10 tipos de bolos deliciosos que irão marcar a sua festa.

Happy Birthday!!!

A saúde na UTI.

Não fique doente hoje! Entidades médicas anunciam paralisação a atendimento a planos de saúde nesta quarta (21)

Médicos anunciam boicote a planos nesta quarta em 23 estados e DF

Somente Amazonas, Roraima e Rio Grande do Norte não aderiram.
Conforme entidades, não serão atendidas consultas e cirurgias eletivas.


Representantes da Comissão Nacional de Saúde Suplementar anunciaram nesta terça-feira (20), em Brasília, que vão paralisar os atendimentos de consultas médicas e cirurgias eletivas de operadoras de planos de saúde em 24 unidades da federação nesta quarta-feira (21).

O atendimento de urgência será feito normalmente, de acordo a comissão, que é formada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), pela Associação Médica Brasileira (AMB) e da Federação Nacional de Médicos (Fenam).

Apenas Amazonas, Roraima e Rio Grande do Norte não aderiram à paralisação.

O atendimento a todos os planos será suspenso em nove estados: Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Tocantins. Nos demais estados, o boicote dos médicos será a apenas alguns planos de saúde - veja lista no final da reportagem.

Enquanto a paralisação vai ocorrer somente na quarta-feira (21) na maioria das unidades da federação, na Bahia, o boicote aos planos vai durar sete dias. Em São Paulo, a paralisação do atendimento começou no dia 1º de setembro em sistema de rodízio entre planos de saúde e vai até o dia 30.

A Comissão Nacional de Saúde Suplementar calcula que há 1.044 operadoras de saúde suplementar em funcionamento do Brasil. Mais de 46 milhões de brasileiros têm planos de saúde no país. Aproximadamente 150 mil dos 347 mil médicos registrados no Conselho Federal de Medicina atendem usuários de planos de saúde.

A principal reivindicação dos médicos é o reajuste no valor pago pelas consultas. De acordo com o presidente da Associação Médica Brasileira, Florentino Cardoso, a média nacional paga pelos planos de saúde aos médicos é de R$ 40 por consulta. Eles querem ao menos R$ 60 por consulta. Segundo ele, o maior valor pago é R$ 80; o menor, R$ 15.

"R$ 40 é menos que um corte de cabelo na Zona Sul do Rio de Janeiro", disse o vice-presidente do Conselho Federal de Medicina, Aloísio Tibiriça Miranda.

Cardoso aponta que a inflação nos últimos dez anos foi de 120%. O reajuste autorizado pela Agência Nacional de Saúde (ANS) aos planos no mesmo período, disse ele, foi de 150%, enquanto os honorários médicos não teriam atingido 50%.

Os médicos alegam que desde o dia 7 de abril, quando foi realizada a primeira paralisação dos planos de saúde, as operadoras foram chamadas a negociar. Algumas delas teriam acolhido a pauta dos médicos, dando resposta positiva aos pleitos apresentados. No entanto,algumas empresas não se manifestaram, evitaram o diálogo ou apresentaram propostas insatisfatórias.

Justiça
Em maio, o Ministério da Justiça anunciou medidas para impedir que os médicos vinculados a planos de saúde paralisassem os serviços ou fizessem cobranças adicionais sobre o valor das consultas.

Os médicos conseguiram na Justiça suspender as medidas, mas o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) cassou a liminar que permitia o boicote a planos de saúde. Durante o anúncio da paralisação, os representantes das entidades afirmaram que a ação deste dia 21 tem respaldo legal.

A assessoria do Ministério da Justiça esclareceu que paralisações pontuais ou em forma de rodízio não ferem as medidas anunciadas pelo governo.

Veja a lista dos planos que serão atingidos pela paralisação:

Acre: Unimed, Assefaz, Casf, Caixa Econômica, Cassi, Capesep, Correios, Eletronorte, Embrapa, Fassincra, Geap, Sesi/DR/AC, Plan - Assiste e Conab
Alagoas: Smile, Hapvida, Amil e Unimed
Amapá: SulAmérica, Amil e Grupo Unidas (Plan - Assiste, Geap, Fassincra, Eletronorte, Embrapa, Assefaz, Cassi, Capesaúde, Caixa Econômica, Correios, Embratel)
Bahia: Amil, Medial, Hapvida, Norclínicas/Intermédica, Life Empresarial, Geap, Cassi, Petrobras, Golden Cross e Promédica
Distrito Federal: Amil, Bradesco, Golden Cross e SulAmérica
Ceará: todas as operadoras
Espírito Santo: todas as operadoras
Goiás: Imas, Geap, Golden Cross, Itaú, Mediservice e SulAmérica
Maranhão: todas as operadoras
Mato Grosso: todas as operadoras
Mato Grosso do Sul: todas as operadoras
Minas Gerais: todas as operadoras
Pará: Hapvida, Grupo Lider, Cassi, Ipamb, Iasep, Geap e hospitais militares (Polícia Militar, Naval e Exército)
Paraíba: Geap, Amil, Smile, Hapvida, Norclínica, SulAmáerica e Saúde Excelsior
Paraná: todas as operadoras
Pernambuco: Samaritano Viva, Ideal Saúde, Golden Cross, Real Saúde, América Saúde, Hapvida/Santa Clara
Piauí: Capesaúde, Cassi, Correios Saúde, Geap, Saúde Caixa e Uniplam
Rio de Janeiro: todas as operadoras
Rio Grande do Sul: Afivesc, Assefaz, Bacen, Bradesco, Cabergs, Caixa, Canoasprev/Fassem, Capesesp, Casembra, Casf, Cassi, Centro Clínico Gaúcho, Conab, Doctor Clin, ECT, Eletrosul/Elos, Embratel, Fassincra, Geap, Golden Cross, Infraero, IRB, Petrobras, Petrobras Distribuidora, Plan Assist, Proasa, Pró-Salute, Sameisa, Serpro, Sesef, SulAmérica, Unafisco, Usiminas e Wal-Mart.
Rondônia: Unimed, Ameron, SulAmérica e Bradesco
Santa Catarina: todas as operadoras que atuam no estado, exceto Assefaz, Saúde Caixa, Capesesp, Cassi, Celos, Correios Saúde, Conab, Eletrosul, Embratel, Elos Saúde, Fassincra, Cooperativas Médicas e Funservir
São Paulo: Ameplan, Golden Cross, Green Line, Intermédica, Notre Dame, Prosaúde, Blue Life, Dix Amico, Medial, Geap e Volkswagen
Sergipe: operadoras que atuam no estado, exceto Assec/Cehop, Assefaz, Cagipe, Camed, Capesep, Casec, Casembrapa, Casse, Cassi, Cassind, ECT, Embratel, Fachesf, Fassincra, Pasa, Petrobras, Petrobras Distribuidora, Plan Assiste, Proasa, Saúde Caixa e Sesef
Tocantins: todas as operadoras

Machado de Assis era branco?

A CEF achou que era e ao invés de um ator mulato usou um branco na propaganda.

Machado de Assis NaReal.

Caixa tira do ar propaganda que retrata Machado de Assis como branco

A Caixa Economica Federal suspendeu a veiculação de uma campanha publicitária sobre os 150 anos do banco que retrata o escritor Machado de Assis como um homem branco. A decisão veio após protestos na Internet e um pedido formal da Seppir (Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial), órgão do governo federal com status de ministério.

O comercial criado pela agência Borghierh/Lowe viaja no tempo para mostrar que até os "imortais" foram correntistas do banco público. O problema é que o ator que representa o fundador da Academia Brasileira de Letras e autor de "Memórias Póstumas de Brás Cubas" é branco, sendo que o escritor era mulato. 

Na nota oficial em que anuncia a interrupção da propaganda, a Caixa "pede desculpas a toda a população e, em especial, aos movimentos ligados às causas raciais, por não ter caracterizado o escritor, que era afro-brasileiro, com a sua origem racial".

Nesta segunda-feira, também em comunicado oficial, a Seppir classificou como "uma solução publicitária de todo inadequada" a escolha de um ator branco para interpretar Machado, por "por contribuir para a invisibilização dos afro-brasileiros, distorcendo evidências pessoais e coletivas relevantes para a compreensão da personalidade literária de Machado de Assis, de sua obra e seu contexto histórico".

Além de pedir a suspensão do anúncio, a Seppir encaminhou pedidos de providencias ao Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária), a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República e o Ministério Público Federal.

Leia abaixo a íntegra do comunicado da Caixa: 

A Caixa Econômica Federal informa que suspendeu a veiculação de sua última peça publicitária, a qual teve como personagem o escritor Machado de Assis. O banco pede desculpas a toda a população e, em especial, aos movimentos ligados às causas raciais, por não ter caracterizado o escritor, que era afro-brasileiro, com a sua origem racial.

A CAIXA reafirma que, nos seus 150 anos de existência, sempre buscou retratar, em suas peças publicitárias, toda a diversidade racial que caracteriza o nosso país. Esta política pode ser reconhecida em muitas das ações de comunicação, algumas realizadas em parceria e com o apoio dos movimentos sociais e da Secretaria de Política e Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR) do Governo Federal.

A CAIXA nasceu coma missão de ser o banco de todos, e jamais fez distinção entre pobres, ricos, brancos, negros, índios, homens, mulheres, jovens, idosos ou qualquer outra diferença social ou racial.

William Maia - 20/09/2011 - 00h00

 

O vídeo que foi retirado:

Bichinho de estimação

Crocodilo de 445 quilos é melhor amigo de pescador costarriquenho

 

Com seus quase cinco metros de comprimento, 445 quilos de peso e mais de 70 dentes, Pocho é o animal de estimação de Gilberto Shedden, um pescador costarriquenho conhecido como a única pessoa no mundo que conseguiu "domesticar" um crocodilo.

Com um enorme sorriso no rosto, o pescador, mais conhecido como Chito, tem 54 anos e nada tranquilamente ao lado de Pocho (que significa frouxo em espanhol), no seu sítio em Siquirres, na Costa Rica.

Chito não apenas nada com ele como o ensina a fazer diversos truques. Rodar sobre seu corpo, dar a pata, sustentar a cauda e a cabeça no alto e até fechar um olho, são exemplos das artimanhas ensinadas pelo dono.

A relação entre homem e crocodilo é próxima e única no mundo e é a razão pela qual dezenas de cientistas, especialistas em comportamento animal e jornalistas, visitam o lar de Chito.

Há 20 anos, o pescador encontrou o crocodilo moribundo no rio Parismina, na região do Caribe, após ter comido os bezerros de um criador de gado. Chito colocou o animal em sua lancha e o levou para casa com o pensamento de aproveitar seu couro. Com o passar dos dias, o dono resolveu curar e alimentar o crocodilo.

Sua esposa, Olga Valle, conta sorridente que a chegada de Pocho foi um segredo que Chito guardou durante meses.

O pescador é a única pessoa que nada com o animal. Todos os domingos de tarde os dois fazem um espetáculo para turistas e pessoas que atravessam a Costa Rica para comprovar se a destreza deste "Tarzán Tico" (nome artístico de Chito) é real ou um truque.

Com alegria contagiante, Chito se põe a cantar e dançar ritmos caribenhos aos curiosos visitantes antes de se atirar à água com total confiança.

As autoridades costarriquenhas estão cientes da situação de Pocho e de seu singular comportamento, e mantêm uma avaliação constante. O crocodilo é monitorado por biólogos e veterinários, mas nenhum entra na lagoa.

"Eles me dizem tudo o que tenho que fazer e eu faço porque ninguém se atreve a entrar na água", afirmou Chito, ao falar de indicações que incluem exames médicos, alimentação e até remédios, se necessário.

Pocho come entre seis e oito frangos, e alguns peixes, três vezes por semana. Tem aproximadamente 50 anos de idade e pode viver mais 30. Em 20 anos ao lado do novo membro da "família", o pescador Chito nunca foi ferido pelo crocodilo, que não tem a mesma atitude amistosa com o resto das pessoas.

 

fonte

Comer sem culpa

Vai nessa, vai! Primeiro emagreça sua cabeça. Com a palavra as especialistas.

Mais um milagre para emagrecer

O assunto mais comentado das últimas duas semanas foi o medicamento Liraglutida, o Victoza do laboratório farmacêutico Novo Nordisk. A reportagem bombástica, de capa, da revista Veja, “Parece um Milagre”, animou nossos pacientes mais desiludidos. Nossa caixa de mensagem ficou abarrotada, nossos antigos pacientes voltaram a ligar e marcar consulta, os estoques da medicação em todas as farmácias paulistas esgotaram. Venderam em 3 dias a quantidade programada para o mês de setembro. O mais difícil tem sido explicar, a todos eles, que não existem milagres emagrecedores.

Infelizmente, matérias como essa podem denegrir a imagem de um bom medicamento. As pessoas vão cair em si e constatarem que o milagre não aconteceu e vão chegar à conclusão de que o remédio não é bom. Na verdade, esse medicamento representa o que há de mais moderno em pesquisa de tratamento do diabetes, mas não é um bom emagrecedor. Quando comparado com os demais medicamentos que dispomos para o tratamento do diabetes, a liraglutida tem a grande vantagem de não causar ganho de peso, como ocorre com as outras drogas antidiabéticas e pode, mesmo, causar pequena perda de peso.

Para os não diabéticos, não temos nenhum estudo conclusivo com o uso da liraglutida. Os estudos que dispomos em populações livres da doença são todos pré-diabéticos, ou seja, possuem as alterações metabólicas que prenunciam a doença, e apesar de não serem diabéticos, são assim chamados porque não mais preenchem os critérios de normalidade. Estão, na verdade, a meio caminho, entre a normalidade e a doença.

Por mais que sonhamos com um medicamento que cause perda de peso sem mudanças no estilo de vida e sem empenho do paciente, nada indica que tenhamos essa maravilha tão cedo. Depoimentos de sedentários convictos contando vantagens de perdas de alguns quilos em alguns dias não significam nada frente à longa jornada que terão pela frente. Ao lerem tais declarações, nossos pacientes passam a imaginar como seria fácil para eles alcançarem o mesmo objetivo.

A lição a ser tirada de mais essa história de desinformação e enganos, é que medicamentos não podem ser discutidos de maneira tão superficial e generalizada. Além de não serem indicados para todos os pacientes, esses medicamentos são muito novos para termos uma idéia real do seu efeito potencial. Em nossa experiência, alguns pacientes chegaram a ganhar peso após o uso do Victoza durante os dois primeiros meses, com acompanhamento médico e de nutricionista. Nem por isso, podemos concluir que o medicamento cause ganho de peso.

Sabemos que o efeito placebo pode sim, operar milagres. Esse efeito ocorre em 30% das pessoas que usam um medicamento sem efeito, imaginando que ele seria poderoso. Quando o placebo é muito caro e injetável, ele tem o seu poder de mobilização ampliado. Isso pode também ocorrer com o Victoza em relação à perda de peso. Com relação ao diabetes, não há dúvidas do seu real benefício para o controle da doença.

Comer sem culpa

ACONTECEU

HOJE NA HISTÓRIA

Tolkien escreve “Hobbit”

 

A 21 de Setembro de 1937, o escritor inglês J.R.R. Tolkien lançava no mercado a obra "Hobbit" que se tornou um êxito mundial. Trata-se do primeiro romance em que o autor escreve sobre o mundo mitológico da Terra Média, um tema que expandirá em "O Senhor dos Anéis" e em "Silmarillion".

Dirigido a um público infantil, a obra narra a vida dos Hobbits, um povo pacífico que, acima de tudo, ama a Natureza. O protagonista é Bilbo, o indivíduo escolhido pelo mago Gandalf para liderar uma missão importante. Uma aventura arriscada, cheia de provas, terras solitárias e desafios que fizeram as delícias de quem lia o livro.

Dizem que Tolkien escreveu este romance para os filhos, mas, quando o filho do conhecido editor George Unwin leu o rascunho, previu uma grande possibilidade de êxito e, a troco de um xelim, escreveu um romance da obra e aconselhou a sua edição. Foi o princípio do fenômeno "Tolkien".

As obras voltaram a ganhar protagonismo a partir do ano 2000, quando da realização dos filmes baseados nos livros do britânico, transformando-se nos manuscritos mais importantes dos últimos anos.

Arte em gifs animadas

As melhores de setembro.

Categoria - Criatividade

Categoria- Imbecilidade

Categoria - Demissão por justa causa

Categoria - Ele é o cara

Vírus, teu nome é mulher.

Um alerta para o internauta com dedo nervoso que clica em tudo o que vê só de curiosidade.

Lista de nomes mais usados para enviar vírus

A top model brasileira Adriana Lima está entre as dez celebridades que encabeçam o ranking mundial pela McAfee, empresa de segurança na internet, divulgado nesta quinta-feira.

Cotada como sexta celebridade mais perigosa para buscar online no ano passado, a angel da Victoria’s Secret ficou com o oitavo lugar em 2011. A primeira colocada da lista desse ano, também modelo da famosa marca de lingeries, é Heidi Klum, que substitui Cameron Diaz como a celebridade mais perigosa para pesquisas na Web.

O estudo apresentou uma lista das estrelas de cinema e top models “mais perigosas” deste ano, enquanto cantores e nomes conhecidos do esporte estão entre os mais seguros.

Os cibercriminosos utilizam nomes de celebridades para atrair pessoas para sites que, na verdade, estão infectados com programas mal-intencionados. Usuários que procuram vídeos ou imagens dos famosos podem ficar com o computador repleto de malwares, em vez de apenas conteúdos de seus ídolos.

“Embora estejam um pouco mais seguras comparado ao ranking do ano passado, as pesquisas e buscas relacionadas às principais celebridades continuam a gerar resultados arriscados”, comenta Paula Greve, diretora de pesquisa de segurança da Web da McAfee.

“Os consumidores devem estar cientes principalmente dos conteúdos mal-intencionados escondidos em lugares ‘minúsculos’ como URLs reduzidas que podem se espalhar de maneira viral por sites de redes sociais, ou por meio de e-mails e mensagens de texto de amigos”, afirma.

As pesquisas por Heidi Klum, por exemplo, têm aproximadamente uma entre dez possibilidades de levar o usuário a um site mal-intencionado. A busca por fotos e downloads de conteúdos recentes de Heidi Klum criam probabilidade superior a 9% de se acessar um site considerado positivo para ameaças on-line, tais como spyware, adware, spam, phishing, vírus e outros malwares.

O estudo indica em quais páginas da Internet é arriscado procurar nomes de celebridades, e calcula uma percentagem geral de risco.

Confira as dez principais celebridades com os maiores riscos indicadas no estudo deste ano:

1°-   Heidi Klum

– Cameron Diaz

– Piers Morgan

– Jessica Biel

– Katherine Heigl

– Mila Kunis

-  Anna Paquin

8° -  Adriana Lima

9° -  Scarlett Johansson

10° -Emma Stone, Brad Pitt e Rachel McAdams

fonte 

Novo Windows vem aí!

O que se espera do Windows 8?

Você pode, por exemplo, observar as tendências cíclicas..

Tudo que sobe tem que descer.

Sai de baixo!

Satélite vai cair na Terra na próxima sexta (23)

Um satélite científico desativado da Nasa deve cair na Terra na próxima sexta-feira (23), espalhando detritos em algum ponto imprevisível do planeta, segundo cientistas da agência espacial norte-americana.

O Uars (Satélite de Pesquisas da Atmosfera Superior, na sigla em inglês) pesa 6,5 toneladas e foi colocado em órbita por um ônibus espacial em 1991. Ele funcionou durante 14 anos, fazendo medições do ozônio e de outras substâncias químicas da atmosfera.

Desde que completou sua missão, em 2005, o Uars vem lentamente perdendo altitude, por causa da gravidade terrestre. Na sexta-feira, a peça de 10,6 m de comprimento e 4,5 m de diâmetro deve mergulhar na atmosfera, segundo o site da Nasa.

A maior parte do equipamento acabará sendo incinerada na queda, mas os cientistas preveem que até 26 peças, com um peso total de 500 kg, poderão resistir ao atrito e cair em algum lugar do planeta.

A órbita do satélite sobrevoa a maior parte do planeta, desde o norte do Canadá até o extremo sul da América do Sul.

A Nasa disse haver 1 chance em 3,2 mil de que uma peça do Uars atinja uma pessoa. O mais provável é que os destroços caiam no mar ou em terras desabitadas.

Recessão a vista.

Quem avisa nem sempre amigo é...

Alerta do FMI: EUA e Europa podem entrar em recessão

 

A Europa e os Estados Unidos podem voltar à recessão no ano que vem a menos que os governos combatam rapidamente os problemas econômicos que podem contagiar o resto do mundo, informou o Fundo Monetário Internacional (FMI) nesta terça-feira.

O FMI argumentou que a volatilidade financeira aumentou dramaticamente, seguindo a preocupação dos investidores sobre a escalada da crise de dívida da zona do euro e o enfraquecimento da recuperação dos Estados Unidos.

Essas duas regiões apresentam os maiores riscos para a perspectiva econômica global, informou o FMI, advertindo que impasses políticos podem ser obstáculos às medidas anticrise. O Fundo também pediu um plano mais ambicioso para reduzir a dívida pública do Japão.

“A indecisão de políticas exacerbou as incertezas e ampliou a extenuação financeira, contagiando a economia real”, disse o FMI no relatório Perspectivas Econômicas Mundiais.

O FMI reduziu para 4 por cento as previsões para o crescimento global neste ano e no próximo, cortando estimativas para quase todas as regiões do mundo. Além disso, os riscos continuam em tendência negativa. Há apenas três meses, o FMI estimava expansão global de 4,3 por cento para 2011 e de 4,5 por cento para 2012.

A mensagem do FMI para os líderes europeus é que as autoridades do continente precisam fazer o que for preciso para preservar a confiança nas políticas econômicas nacionais e no euro, pedindo que o Banco Central Europeu (BCE) reduza a taxa básica de juros da zona do euro se persistirem os riscos ao crescimento.

O Fundo cortou em quase meio ponto percentual, para 1,6 por cento, a projeção de crescimento para a zona do euro em 2011. Condições ainda mais fracas são esperadas no ano que vem, com estimativa de apenas 1,1 por cento de expansão no período. Atualmente, o bloco monetário está crescendo a uma taxa anual de 0,25 por cento.

O FMI alertou que os duros cortes no Orçamento dos Estados Unidos podem enfraquecer ainda mais o avanço econômico do país, e disse que o Federal Reserve (banco central norte-americano) precisa estar pronto para afrouxar ainda mais a política monetária so país. O Fed se reúne nesta terça e na quarta-feira para tratar.

O FMI agora vê o crescimento dos Estados Unidos em 1,5 por cento neste ano e em 1,8 por cento em 2012, ante previsões de 2,5 e 2,7 por cento em junho, respectivamente.

RECUPERAÇÃO FRACA E INSTÁVEL

A economia do Japão deve encolher 0,5 por cento neste ano, em uma contração não tão severa quanto a estimada anteriormente (de 0,7 por cento), mas deve crescer apenas 2,3 por cento em 2012. Em junho, o FMI havia previsto crescimento de 2,9 por cento para o ano que vem.

Juntas, as economias avançadas  incluindo Estados Unidos, zona do euro e Japão  devem crescer 1,6 por cento neste ano e 1,9 por cento no próximo, marcando uma forte redução nas previsões anteriores: 2,2 e 2,6 por cento, respectivamente.

A perspectiva, disse o FMI, é para uma “expansão fraca e instável.”

O FMI também disse que as perspectivas para as economias emergentes estão ficando mais incertezas, embora o crescimento deva permanecer forte, em cerca de 6,4 por cento neste ano e 6,1 por cento em 2012.

Porém, os sinais de superaquecimento ainda merecem atenção nesses países, advertiu o FMI, acrescentando que, sobre algumas economias, paira a sombra dos elevados preços de commodities e das incertezas sociais e políticas.

O FMI também cortou as previsões de crescimento econômico para a China e outros países asiáticos em desenvolvimento, em parte devido à lentidão da economia global.

O “crescimento (da Ásia) continua forte, embora esteja moderando, com o surgimento de restrições de capacidade e a demanda externa mais fraca”, disse o FMI.

O FMI estima que a China crescerá 9,5 por cento em 2011 e 9 por cento em 2012. Em junho, a instituição previa uma expansão de 9,6 por cento para 2011 e 9,5 por cento para 2012.

fonte

Leilão VASP

O valor arrecadado neste leilão não deu nem para pagar o leiloeiro. E o Canalhedo continua sorrindo...

Leilão de objetos da Vasp atrai colecionadores e arrecada R$ 8,2 mil

SÃO PAULO. Vinte lotes de objetos da Vasp considerados históricos por colecionadores foram leiloados nesta segunda-feira, por mais do dobro do valor pelo qual foram avaliados. O leilão, realizado em São Paulo, foi acompanhado pessoalmente por cerca de trinta apaixonados por aviação, colecionadores e até um ex-funcionário da empresa aérea falida, além de dois mil internautas que deram lances pela web.

Somados, os lotes foram avaliados em R$ 3.646 e no leilão o valor total arrecado foi de R$ 8.249. Cada um dos lotes continha um roupão de banho, um broche, um boné, além de pôsteres de anúncios antigos da empresa e miniaturas de aviões. A avaliação de cada lote variava de R$ 156 a R$ 229. O mais caro foi adquirido por um empresário - que enviou representante - por R$ 773.

O total arrecadado é muito pequeno perto da dívida da empresa, estimada pelo juiz da 1ª Vara de Falências de São Paulo, Daniel Carnio Costa, em R$ 5 bilhões, sendo R$ 1,2 bilhão apenas de dívidas trabalhistas. Mas vai ser incorporado à massa falida e ajudar a abater a dívida com os credores, que só na área trabalhista, chegam a 11 mil ex-funcionários.

Porém, para os colecionadores, o valor dos objetos é histórico. Para o executivo de multinacional aposentado Luiz Carlos Bugeli, de 77 anos, a Vasp só traz boas recordações. Depois de ter arrematado três lotes de objetos, o colecionador convicto - tem em casa mais de 20 carros antigos e centenas de relógios e canetas - lembrou de um voo que lhe marcou.

- Eu ajudei a fazer o parto de uma passageira dentro do avião da Vasp na década de 1990, porque tnha experiência, já que fiz o parto do meu filho dentro de um carro. Como a minha roupa ficou suja, saí do avião com uma camisa e uma calça de piloto - recorda.

A jornalista especializada em aviação Solange Galante de Jesus comprou dois lotes de objetos por cerca de R$ 800, atraída principalmente por miniaturas de avião.

- Gostei da miniatura de um DC10, de quando a Vasp fazia codeshare com a Continental, na década de 1990. A Vasp foi uma empresa querida, e infelizmente acabou como acabou - disse Solange.

O ex-funcionário da Vasp que se identificou apenas como comissário Shigueaki trabalhou na companhia de 1998 até a falência da empresa e arrematou um lote por R$ 386 e acredita que leilões de pequenos objetos não vão ajudar os credores da aérea.

- A fazenda Piratininga (do empresário Wagner Canhedo, um dos donos da Vasp) é que vai ajudar a pagar as dívidas trabalhistas - afirmou, referindo-se à fazenda penhorada pela Justiça do Trabalho, que é objeto de discussão em tribunais superiores.

Até o fim do ano, outros três leilões de bens da Vasp serão leiloados, segundo o juiz da 1ª Vara de Falências de São Paulo, Daniel Carnio Costa.

- Vamos leiloar, como sucata, quatro aviões que estão parados no aeroporto de Congonhas, além de um avião inteiro, que não está funcionando, mas que deve atrair colecionadores. Também teremos outro leilão de objetos, como esse, em que devemos ter caixas-pretas, hélices e partes de painéis de aeronaves - explicou o juiz.

ACONTECEU

HOJE NA HISTÓRIA

Primeiro Festival de Cinema de Cannes

 

Neste dia, abre o primeiro Festival anual de Cinema de Cannes.

Uma vez por ano, o calor da Riviera francesa mistura-se com as projeções no grande ecrã e com uma enorme ostentação comercial, numa concentração internacional conhecida como Festival de Cinema de Cannes.

O festival tentou fazer a sua primeira edição em 1939, mas o rebentar da Segunda Guerra Mundial atrasou a sua estréia.

Finalmente, a 20 de Setembro de 1946, o festival nasceu, apresentando-se 18 nações ao concurso, num dos primeiros grandes eventos culturais do pós-guerra.

Erro de montagem na foto

Errou o degrau.

...errou na montagem e ficou parecendo uma tremenda desmunhecada...

Verdadeiro ou falso?

Circulando pela web desde o finalzinho de 2010, o texto avisa que para cada e-mail repassado, a criança receberia R$ 0,10 para ajudar em seu tratamento.

Será que alguém ainda acredita que o simples ato de repassar a mensagem ajudará mesmo o tratamento do bebê?

Então vamos lá:

Bebê internado na Unimed pede sua ajuda para seu o tratamento! Verdadeiro ou falso?

A história é falsa!

Ao ler a mensagem, algumas perguntas devem ser feitas:

Desde quando essa criança está internada? Pelo que já foi apurado, essa história circula desde o final de 2010. Ou seja, já faz quase 1 ano que o bebê estaria internado.

A criança está internada mesmo na Unimed? Não! Não está! Pelo que podemos notar, o logotipo do hospital que está estampado no cobertor na foto não é o mesmo da Unimed.

Em outras versões, o bebê estaria internado no Hospital Pouso Alegre – MG, ou no Hospital São Lucas de Pato Branco – PR.

Em uma reportagem publicada no jornal P.A. Notícias, Léo Nunes afirma que o e-mail é mesmo falso.

O mesmo acontece com a direção do Hospital São Lucas. Em entrevista ao A Pauta – Notícias do Paraná em 2010, o então diretor do hospital, Sergio Wolker, explica que a criança nunca esteve internada lá e que a entidade não apóia esse tipo de iniciativa.

Quem está bancando a campanha? Mesmo que fosse verdade (que a criança estivesse mesmo internada em algum desses hospitais), o fato de repassar esse tipo de e-mail não contribui em nada para seu tratamento. Não há como saber para quantas pessoas a corrente foi repassada.

E ainda, como seria feito o pagamento? Quem está bancando a campanha? Não se sabe…

Perceba que você nunca recebeu ou receberá algum e-mail lhe parabenizando por ter participado de alguma “campanha” como essa! Você nunca receberá um e-mail avisando que a tal “campanha” foi encerrada.

O mais provável que aconteça é no ano que vem, no próximo e no próximo, você receber essa mesma corrente, com a mesma história! E aí o bebê já estará bem velhinho, não acha?

Conclusão:

História falsa! Coisa de golpistas. Quando receber um e-mail desse tipo, não repasse. Pode deletar sem dó!

fonte

Erros que os pais cometem.

Quem não faz, ou nunca fez, que atire a primeira pedra...

10 erros que os pais cometem na hora de alimentar, ninar, distrair e acalmar as crianças

 

1. Ligar a TV na hora da refeição

De olho na tela, a criança tende a aceitar com mais facilidade a ordem de abrir a boca sem nem encarar a comida. Hipnotizada pelo desenho, ela engole a papinha automaticamente, desprezando textura e sabor. “Ligar a televisão na hora de comer é muito nocivo”, avisa o pediatra Paulo Roberto Pachi, da maternidade Pro Matre. Esse hábito vai influenciar o comportamento da criança pelo resto da vida, fazendo com que ela desenvolva um paladar pouco apurado. Mesmo que seja uma tentação, o recomendado é tirar o pequeno da frente da TV e enfrentar a tarefa de torná-lo ativo, não passivo, na hora da refeição. Estimule a criança a entender que alimento vai comer e sua importância para a saúde. 

2. Oferecer a mamadeira quando ela não quer o que tem no prato

Para a pediatra Ana Escobar, do Instituto da Criança da Universidade de São Paulo (USP), esse é um dos erros mais comuns. Diante da negativa da criança em comer sua comida –e aterrorizados com a possibilidade de a criança passar fome–, os pais entregam a conhecida mamadeira, com conteúdo quentinho e doce, e ela logo se acalma. “Se os pais começarem a substituir o que precisa ser ingerido pelo que é gostoso, estão perdidos.” Ou seja, o pequeno vai entender que pode, sim, trocar a comida pelo leite. Diante da birra, Ana Escobar aconselha pulso firme. “Se não quiser comer, não come. Deixa para matar a fome depois”, recomenda. Quando o apetite bater, e ao notar que os pais não cederam, a criança vai pedir o prato de volta.

3. Deixar a criança em frente à TV enquanto você realiza outras tarefas

Essa "babá eletrônica" está sempre pronta para entrar em ação. “Ligar a televisão e deixar a criança ali na frente não é bom. Ela não escolheu aquilo e o pai não avaliou o conteúdo”, diz Bia Rosenberg, autora do livro “A TV que seu filho vê” e consultora em entretenimento educativo. E completa: “Ainda assim, duvido que nenhum pai faça isso”. A Academia Americana de Pediatras recomenda que uma criança com mais de dois anos veja no máximo duas horas de televisão por dia. Para aquelas com menos de dois anos, o eletrônico está proibido. O recomendável é estimular atividades motoras e brincadeiras. Para os mais velhos, se inevitável, é preciso escolher os desenhos previamente, discutir o tema com a criança durante a transmissão e controlar os horários. “Se usada com sabedoria, a TV pode se tornar uma aliada”, diz Bia. 

4. Entregar ao bebê qualquer objeto, como o celular

Parece óbvio, mas não é todo mundo que sabe: os pequenos têm de brincar com objetos apropriados para cada idade. Diante de uma criança entediada com a conversa de adultos ou sem paciência para esperar a comida no restaurante, muitos pais entregam ao filho o que têm pela frente: celular, talheres, chaves ou o guardanapo. “A reação do bebê é levar tudo à boca, o que pode quebrar um dentinho ou machucar a gengiva”, diz a odontopediatra Lucia Coutinho. Segundo ela, até cerca de um ano e meio a criança tende a pegar o que tem pela frente para aliviar o incômodo causado pela dentição. Por isso, o conselho é ter sempre à mão massageadores ou mordedores para entregar ao bebê.

5. Liberar o computador

Deixar este aparelho livre para que os pequenos joguem ou naveguem pela internet pode render alguns minutos de paz aos pais. Mas o correto seria o inverso: em vez de descansar, os pais devem manter-se atentos ao conteúdo e ao tempo da atividade. Para Ana Escobar, esse período de “inatividade recreacional” deve durar no máximo duas horas por dia para crianças de até 12 anos. Em paralelo, os pais precisam estimular atividades ao ar livre, exercícios e brincadeiras não eletrônicas.

6. Colocar um filme para embalar o sono

A princípio, até parece um bom negócio: a criança começa a assistir o desenho e, quando o pai percebe, ela já está dormindo. Mas não é. “Por mais manso que o filminho seja, a TV deixa a criança excitada. Ela vai dormir com o ‘Teletubbies’ na retina”, diz Paulo Roberto Pachi. “E ainda condiciona a criança a dormir desse jeito”, diz Bia Rosenberg. É preciso afastar o pequeno da TV ao menos uma hora antes de ele se deitar. “A melatonina [hormônio que regula o sono] precisa do escuro para ser liberada. Se o bebê adormece vendo televisão, é por fadiga”, afirma a neuropediatra Márcia Pradella-Hallinan, do Instituto do Sono. Uma luz fraca no canto do quarto está liberada. 

7. Ninar o bebê para ele dormir mais rápido

“É um hábito nosso embalar o bebê de até um ano para que ele durma”, afirma Márcia. Mas a especialista não recomenda a prática depois dos primeiros meses. “Não é a mãe que tem de fazer a criança dormir. Ela deve adormecer por si só.” Se ninar for mesmo necessário, coloque-o no berço ainda acordado, para que adormeça sozinho. “A associação com o sono tem de ser feita com cuidado, para que os pais não virem reféns desta prática.” Uma boa sugestão é dar ao pequeno um “amiguinho de dormir” (um ursinho ou paninho), que ele possa levar a qualquer lugar. Ao pegar este objeto, ele reconhece que é hora do sono, o que o ajuda a se sentir seguro para adormecer.

8. Dar uma volta de carro para o bebê adormecer

A tática é recorrente entre pais cujos filhos insistem em não dormir, mesmo depois da naninha. “Um dia, os pais percebem que a criança adormeceu no carro em movimento e usam isso como estratégia. Mas não é recomendável”, revela Márcia. Ao acordar no meio da noite, o pequeno vai pedir esses mesmos elementos para retomar o sono. E quem quer sair de madrugada para dar uma volta de carro toda vez que o bebê acordar? “Para 90% das crianças, o comportamento do sono é algo que precisa ser aprendido. É importante ter um ritual de dormir, para que ela se habitue”, diz a pediatra. Esse ritual deve ser seguido à risca, todos os dias e sempre no mesmo horário.

9. Oferecer a chupeta

Este acessório passa, em poucos meses, de mocinho a vilão no desenvolvimento do bebê. “Até os nove meses, ela satisfaz a criança e funciona como exercício para a boca”, diz Paulo Roberto. Ela também é sinônimo de alívio quando o filho aprende a fazer manha. Passados os nove meses, porém, a chupeta deve ser adotada com cautela. Seu uso constante altera o crescimento da arcada dentária e pode provocar mudança nos padrões da fala e da respiração. Para Lucia Coutinho, a solução é encará-la como um elemento pacificador, não como um tampão. “Use em um momento crítico, de dor ou choro, e na hora de adormecer”, diz Lucia. O aconselhável é que aos 30 meses a chupeta seja totalmente retirada. 

10. Dar o peito sempre que o bebê chora

A reação natural da mãe, ao ouvir o choro de seu rebento, é oferecer o peito para que ele mame. “Mas peito não é chupeta”, afirma Lucia. Dependendo da idade, é preciso balancear essa oferta. “No primeiro mês de vida, o recém-nascido deve mamar quando quiser”, recomenda Paulo Roberto. “Aos seis meses, com a alimentação já consolidada, não tem mais porque fazer isso”, ele explica. Ana Escobar explica que, para evitar ter a amamentação como única alternativa ao choro, é preciso que a mãe aprenda logo cedo a identificar os motivos das lágrimas. Dessa forma, ela consegue atender à real necessidade do pequeno.

ANDRESSA ROVANI
Colaboração para o UOL

Show do intervalo

É preciso dizer mais?

Para os amantes de arte

Está sem grana para ir a Nova York? Gosta de pinturas artísticas como este belo quadro intitulado "Enchanting Depths"?

 

Parece ter sido pintado aí por 1860, mas seu autor é Jeremy Lipking, americano nascido em 1975. A obra está à venda na Arcadia Gallery, de Nova York. Tem muita obra bonita lá.

Vale a pena visitar!

ACONTECEU

HOJE NA HISTÓRIA

Primeiro filme sonoro de animação

Foi a 17 de Setembro de 1928, nos EUA, que Walt Disney estréia o seu primeiro filme sonoro de animação - "Steamboat Willie" - com o Rato Mickey como protagonista, a bordo de um barco a vapor.

A curta-metragem, com a duração de 7:45 minutos, foi escrita e realizada por Walt Disney e Ub Iwerks.

The Walt Disney Company é uma das maiores empresas de meios de comunicação e entretenimento do mundo, além de ser responsável por parques temáticos e diversos canais de televisão em sinal aberto e por cabo.

Ciência e Tecnologia

Show de bola!

Câmera permite visualizar microcirculação sanguínea da pele em tempo real 

Técnica adiciona clareza de visão e foi projetada para ajudar a avaliar a extensão e a gravidade de queimaduras

Cientistas suíços desenvolveram uma nova câmara que permite a visualização rápida e objetiva da microcirculação cutânea em tempo real.

A técnica, que adiciona clareza de visão e foi projetada para ajudar a avaliar a extensão e a gravidade das queimaduras, foi testada por especialistas em queimadura do Hospital Universitário de Lausanne, na Suíça.

Como funciona

O dispositivo é conectado a um braço flexível e é colocado sobre a área queimada com a câmera de frente para a queimadura. Do outro lado da máquina há uma tela de vídeo em que variações de cores mostram diferenças na intensidade da circulação do sangue. Vermelho significa que o fluxo de sangue está elevado, azul significa baixo fluxo sanguíneo.

Em entrevista à BBC, o pesquisador Michael Friedrich explicou que a variação das cores pode ser usada para ver se o tecido queimado ainda tem suprimento de sangue ou não. Se o tecido não tem fornecimento de sangue, ele não pode se recuperar, assim é necessário um enxerto de pele. No entanto, se o sangue ainda está fluindo na pele, então ela vai se curar espontaneamente sem deixar cicatrizes.

Máquina usa o que é chamado laser doppler imaging

A máquina " Easy LDI", desenvolvida pela empresa Aimago, dispara feixes de laser na pele que são refletidos por células vermelhas do sangue nos pequenos vasos na pele.

O movimento das células vermelhas resulta em uma mudança pequena na freqüência da luz uma vez que ela incide sobre as células, e são essas mudanças que o dispositivo detecta e transforma em variações de cor na tela de vídeo.

A câmera pode oferecer mais de 12 imagens por segundo, o que significa que os médicos podem detectar o efeito de batimento cardíaco do paciente nas imagens da circulação.

Embora o principal uso seja para vítimas de queimaduras, seus fabricantes dizem que ela pode também ser usada em cirurgias reconstrutivas para determinar a viabilidade do tecido da pele antes de ser transferido de uma parte do corpo para outra.

fonte

Rihanna, confusão e gafe

Salud Brasileños...??? Afffff

Rihanna estreia no Brasil com atraso, confusão com fã e gafe de seu guitarrista

  

A estreia da cantora Rihanna no Brasil começou com uma hora e três minutos de atraso neste sábado (17) na Arena Anhembi, em São Paulo. Marcado para começar às 21h30, o show era aguardado por jovens, crianças e fãs fantasiados de divas do pop que fizeram questão de vaiar o DJ convidado quando a espera já era longa demais.

O clima mudou quando finalmente Rihanna entrou em cena com um maiô listrado de corte cavado, meia arrastão, botas altas e óculos brilhantes.

Ao som de “Only Girl”, a cantora de Barbados surgiu dentro de um globo de luz pink e foi imediatamente perdoada pela platéia - inclusive por um senhor de cabelos brancos que fez questão de filmar o show até o final.

Depois de apresentar um dos principais hits do álbum “Loud”, a cantora emendou outros de seus sucessos dançantes, como “Disturbia” e “Shut Up And Drive”, este que realmente levou o público ao delírio na primeira parte do show, contando inclusive com dançarinos em trajes especiais, efeitos de fumaça e sons de funilaria; tudo ao estilo “Velozes e Furiosos”, como já havia sido feito no videoclipe da música.

 

Palco do show de Rihanna com cinco telões de LED em São Paulo, SP

Animada com seu impacto sobre o público, Rihanna fez questão de sorrir bastante e se mostrou inclusive surpresa com a quantidade de fãs que cantavam todas as músicas, deixando para eles um “olá, São Paulo” e pedindo ajuda com o coro nas canções gravadas originalmente em parceria, como “Run This Town” e “Hate That I Love You So”.

Embora cante bastante sobre romances e relacionamentos, a celebridade mais pop de Barbados  dominou o palco ao longo da uma hora e meia de apresentação e dispensou coadjuvantes. Acompanhada por uma dupla de backing vocals e por sua banda, que conta com o guitarrista Nuno Bettencourt do grupo Extreme, Rihanna usou os bailarinos apenas como acessórios em canções chave.

Apesar de ter ficado claramente incomodada com a roupa escolhida para a noite, a cantora abusou das coreografias sensuais e arrancou gritos histéricos do público em “Rude Boy”. Outro momento em que Rihanna surpreendeu foi em  “Glamorous Life”, quando uma versão reduzida da bateria foi montada para que a cantora pudesse assumir as baquetas e solar rapidamente.

Após fazer o público dançar, a apresentação seguiu com um bloco de canções mais lentas, que exigiram mais da intérprete e finalmente explicaram porque Jay Z resolveu apostar numa jovem de Barbados.  Em “Unfaithful”, “Hate That I Love You” e “California King Bed”, Rihanna exibiu sua potência vocal e emocionou os fãs com seus longos agudos.

Pouco antes do bis, Rihanna cantou “Cheers” e convidou o guitarrita Nuno, de origem portuguesa, a ajudá-la com a tradução da palavra.  Embora a expressão seja usada para brindar e deva ser traduzida com a palavra “saúde”, o músico acabou se confundindo e deu um grito em espanhol,  deixando a Arena Anhembi sem entender o seu “salud”.

Depois da brincadeira do brinde que passou despercebida pelo público, Rihanna decidiu usar o espaço em frente ao palco enquanto interpretava a música e passou rente à primeira fila da pista VIP. Entre carinhos e presentes, um dos fãs acabou se animando demais e puxou o cabelo da cantora, fato que a fez imediatamente abandonar um quepe de marinheiro que havia ganhado e subir de volta para o palco irritada com a situação.

A atitude acabou sendo alvo de comentários, mas, ainda assim, quem chegou cerca de quatro dias antes para garantir uma boa posição perto do palco saiu feliz, cantarolando o hit “Umbrella” e lamentando apenas que Rihanna não tenha dedicado a São Paulo uma troca de figurino.  

A cantora ainda se apresenta com a turnê “Loud” em Belo Horizonte e Brasília e encerra sua passagem pelo Brasil no primeiro dia do festival Rock In Rio. Os próximos shows mantêm a expectativa de que Rihanna apresente canções inéditas, já que ela anunciou esta semana no Twitter que seu próximo álbum chega às lojas ainda este ano.

NO CLIMA DO SHOW

 

Veja o repertório que Rihanna apresentou no show em São Paulo:

“Only Girl (in the World)”
“Disturbia”
‘Shut Up and Drive”
“Man Down”
“S&M”
“Let Me”
“Hard”
“Breaking Dishes”
“Glamorous Life”
“Run This Town/Live Your Life”
“Unfaithful”
“Hate That I Love You”
“California King Bed”
“What's My Name?”
“Rude Boy”
“Cheers (Drink to That)”
“Don't Stop the Music”

Bis
“Love The Way You Lie (Part II)”
“Umbrella”

RIHANNA EM BELO HORIZONTE 

Quando: 18/09

Onde: Mineirinho (Av. Antonio Abrahão Caram, 1001)

Quanto: R$ 500 (pista premium 2º lote), R$ 260 (pista comum 2º lote) e R$ 120 (arquibancada 1º lote); há meia-entrada para os dois setores

Ingressos: no stand de vendas do Boulevard Shopping e pelo site www.zetks.com 

RIHANNA EM BRASÍLIA 

Quando: 21/09

Onde: Ginásio Nilson Nelson (Asa Norte, Localidade Central, junto ao Eixo Monumental)

Quanto: R$ 600 (camarote 1º lote), R$ 560 (pista premium 2º lote), R$ 360 (pista/cadeira 2º lote) e R$ 200 (cadeira superior 1º lote); há meia-entrada para os dois setores

Ingressos: no quiosque do Shopping Pier 21 e pelo site www.zetks.com 

RIHANNA NO RIO DE JANEIRO (ROCK IN RIO) 

Quando: 23/09

Onde: Cidade do Rock (Avenida Salvador Allende, s/n°)

Ingressos: esgotados

Modelo mostra rosto recuperado após ataque

A história da modelo britânica Katie Piper revoltou o mundo em 2008. Ela foi atacada por um homem, pago pelo seu ex-namorado para jogar ácido em seu rosto. A modelo ficou desfigurada, perdeu a visão no olho esquerdo e passou 12 dias em coma. Pouco mais de três anos depois do ataque e após 80 cirurgias para recuperar suas feições, Katie fez uma aparição surpreendente esta semana em uma cerimônia de premiação da TV britânica (foto abaixo).

O “namorado” de Katie, Daniel Lynch, já havia praticado uma agressão semelhante antes, ao jogar água fervendo em um homem. A violência contra Katie foi inexplicável. Duas semanas após se conhecerem pelo Facebook, Lynch estuprou e espancou Katie em um quarto de hotel. Dois dias depois, pediu que ela se encontrasse com ele para ler uma mensagem que ele teria escrito para ela. Na saída do encontro, o homem pago por Lynch atacou a modelo. Nas fotos no fim do post, como Katie ficou e como ela era antes da agressão.

Prestes a completar 28 anos, Katie agora está à frente de sua própria fundação, dedicada a pessoas que sofreram desfiguração. Estrelou um documentário sobre sua história e escreveu uma biografia. O namorado e o sujeito pago por ele para atacar Katie estão presos e devem cumprir no mínimo 16 anos e 12 anos de prisão, respectivamente.

fonte

ACONTECEU

HOJE NA HISTÓRIA 

Fundação do "The New York Times"

 

 

A 18 de Setembro de 1851, foi fundado o jornal "The New York Times" por Henry Jarvis Raymond e George Jones.

Mas seria alguns anos depois, em 1896, que o jornal adquiria renome internacional pela mão de Adolph Ochs. A instalação da sede do jornal numa torre na 42th Street de Nova Iorque implicou que a zona passasse a ser conhecida como Times Square em 1904. A torre Times foi vendida em 1961.

Mais popularmente conhecido como o "Times", em 1918, recebeu o seu primeiro Prêmio Pulitzer pelas reportagens e artigos sobre a Primeira Guerra Mundial. Em 1919, a publicação cruzou o Atlântico para lançar a sua primeira edição em Londres.

Com os anos, foram-se acrescentando seções, como a das palavras cruzadas, em 1942, ou a seção de moda, em 1946, no mesmo ano que começou igualmente uma edição internacional que deixaria de ser publicada 21 anos depois. Em 1996, o "New York Times" criou um site, www.nytimes.com, para que os leitores do mundo inteiro tivessem acesso ao jornal.

[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
    Visitante número: